Highlighted

Project Roles "mão na roda" do Jira!

Olá pessoal!

 

Sabemos que trabalhar com Perfis (Roles) é mais adequado do que diretamente com Grupos (nos workflows, permission schemes, etc).  Que tal compartilharmos os Perfis que costumamos criar e reutilizar nos projetos?

 

Aqui na Saraiva esses perfis têm me ajudado muito a administrar vários projetos!

 

Guests
Uso esse perfil pra dar permissão apenas de consulta e/ou comentários nos projetos. Quem está só nesse perfil não consegue editar nem mudar status das issues.
Uso quando quero um perfil mais restrito do que o "Users".

 

Super Users
Se você não delega a administração dos projetos pra pessoas das equipes, esse perfil pode ajudar a dar mais poder pra alguém na equipe sem usar o perfil Administrator.
Uso aqui com transições de workflow restritas, tipo um "voltar" ou "corrigir", que só essas pessoas podem acessar e não qualquer Developer ou User.
Uso como uma opção intermediária entre Developer e Administrator.
Se você restringe campos nas telas, dá pra criar uma autotransição "admin edit" com uma tela com todos os campos e só liberar a transição pra Super Users.

 

Product Owners
Uso esse perfil em projetos ágeis principalmente pra restringir o avanço da história de "Backlog" pra "To Do". No Lean Kanban é interessante ter essa segregação.
Costumava restringir também a transição de "aceite" mas agora liberamos pros Developers. A transição mais delicada mesmo é a de deixar a história pronta pro time pegá-la.

 

E vocês? Quais perfis criaram e gostaram bastante de usar?

Compartilhem! :-)

 

 

2 comments

Eu geralmente utilizo 

Adm (Acesso Full ao projeto)

Dev (Time de atendimento dos processos)

Aprovadores (quando há um fluxo de aprovação) 

Usuários (Geralmente apenas abertura de tickets, insert de comentários e anexos)

viewers (Apenas Consulta) 

Like Rodrigo Martinez likes this

Olá, @Rodrigo Martinez .
É realmente uma ótima prática.

Tenho como "golden rule" definir permission schemes atribuindo permissões exclusivamente a Project Roles (sem grupos e sem usuários individuais).

A seguir, em cada projeto atribuimos grupos e usuários desejados a cada papel.

Com isso, geramos permission schemes que podem ser utizados como "templates", facilmente aplicáveis a quaisquer projetos.

Em nosso cliente temos diversos departamentos. Dessa forma, criei permission schemes com papéis pertinentes a cada departamento e sempre que um novo projeto é criado, o template adequado de permission scheme é utilizado.

Exemplo: Financeiro-Permission Scheme

                TI-Permission Scheme

                Jurídico-Permisson Scheme, etc.

Além disso, para algumas roles também definimos configurações de usuários default, o que facilitam em muito o trabalho.

Dessa forma, alguns dos papéis que temos, são:

Viewers - read/only centrado nos altos níveis de gestão do depto.

Admins - gestão dos projetos do departamento (incluído aí, por default, o admin do JIRA)

Developers

QA

Reporters

Sendo que cada Permission Scheme contém a necessária combinação desses papéis.

Isso também nos permite criar templates de projetos, que já "nascem" com o permission scheme adequado, evitando possíveis erros de configuração.

Abraço.

Like Rodrigo Martinez likes this

Comment

Log in or Sign up to comment